No segundo dia de competição do Campeonato do Mundo de Paraciclismo, no Circuito do Estoril, a seleção da Grã-Bretanha não deu hipótese à concorrência, arrecadando quatro dos onze títulos atribuídos hoje.

A equipa da Grã-Bretanha não se deixou afetar pelo vento forte que se voltou a fazer sentir no Circuito do Estoril, conquistando quatro títulos mundiais, num dia de contrarrelógio individual. No feminino, Lora Fachie e Corrine Hall venceram a prova da classe B e Sarah Storey renovou o título mundial, conquistado em 2019, na classe C5. Na mesma classe, Crystal Lane-Wright conquistou a medalha de prata. A Grã-Bretanha também levou o título da classe B no masculino, com Stephen Bate e Adam Duggleby, assim como o da classe C4, com George Peasgood.

A seleção francesa foi a segunda a conquistar mais vitórias neste segundo dia de competição, ambos no masculino. Florian Bouziani venceu na classe C3 e Alexandre Leaute na classe C2. França conseguiu ainda mais quatro pódios, com Dorian Foulon a conquistar a medalha de prata em C5, Alexandre Lloveras e Corentin Ermenault na classe B, Elise Marc na classe C3 e Katell Alencon na classe C4.

Os restantes títulos ficaram distribuídos por outras cinco nações. No masculino, a Holanda conquistou a medalha de ouro na classe C5, com Daniel Abraham Gebru, e Espanha na classe C1, com Ricardo Ten Argiles. No feminino, a Colômbia venceu na classe C2, com Daniela Carolina Munevar, a Suécia na classe C3, com Anna Beck, e o Canadá, em C4, com Marie-Claude Molnar.

Amanhã continuam as provas de contrarrelógio no Circuito do Estoril, desta feita nas categorias de handbike (H) e triciclo (T), entre as 10h00 e as 11h00 e entre as 14h00 e as 18h30.

Log in with your credentials

Forgot your details?