O Circuito do Estoril, localizado no concelho de Cascais, vai receber o Campeonato do Mundo de Paraciclismo entre os dias 9 e 13 de Junho.

Os melhores paraciclistas do mundo vão estar em Portugal a disputar o Mundial de Paraciclismo, entre os dias 9 e 13 de Junho. Serão centenas de atletas, de 39 países, na luta pelos 53 títulos mundiais que vão ser atribuídos até ao final da prova. Entre eles estarão 13 portugueses que têm aqui uma oportunidade única de se desafiarem ainda mais, competindo ao mais alto nível juntamente com as estrelas da modalidade.

“Receber em Portugal os melhores corredores mundiais, da dimensão paralímpica, numa prova desta categoria é um privilégio e, certamente, um grande estímulo para os atletas nacionais que estão a dar os primeiros passos na modalidade, assim como para outros que com esta motivação se possam vir a juntar ao movimento paralímpico”, referiu José Manuel Lourenço, Presidente do Comité Paralímpico de Portugal.

Tal como aconteceu com o Campeonato do Mundo de Paraciclismo, os Jogos Paralímpicos não se realizaram no ano passado e foram adiados para 2021. Desta forma, o evento que decorrerá no Circuito do Estoril é a oportunidade perfeita para os atletas se prepararem para os Jogos Paralímpicos, que se irão realizar entre os dias 24 de agosto a 5 de setembro de 2021.

Em competição vão estar quatro categorias distintas que vão disputar as provas de fundo, contrarrelógio individual e team relay ou corrida de estafetas por equipa. As duas primeiras vão ocupar toda a extensão do Circuito do Estoril, com uma distância de 8,3 quilómetros. Já o team relay vai realizar-se numa parte do circuito, localizada entre o início da reta principal e a segunda curva, com 1,9 quilómetros. Ambos os percursos serão percorridos em várias voltas, sendo que o número irá variar consoante a classe em competição.

O desporto adaptado desempenha um papel de grande importância na evolução da modalidade em Portugal, integrando cada vez mais pessoas apaixonadas pela prática desportiva e com ambição para evoluir. Delmino Pereira, Presidente da Federação Portuguesa de Ciclismo, entidade organizadora desta edição do Campeonato do Mundo de Paraciclismo, destaca o papel desta vertente no ciclismo em Portugal. “É uma vertente que a Federação Portuguesa de Ciclismo tem acarinhado e desenvolvido, revelando-se um exemplo de diversidade e felicidade, pois agrega praticantes com fortes ambições ao nível do alto rendimento, mas também aqueles que vêem no desporto uma atividade recreativa e de diversão. Todos têm lugar na Federação e na modalidade que a todos pertence”.

Log in with your credentials

Forgot your details?